4 dicas para reduzir os custos da empresa

Neste post, você verá:

  • A importância da gestão de custos
  • Os benefícios da economia compartilhada
  • 4 dicas para reduzir os custos da empresa

Uma palavra que muitos gestores querem manter distância, principalmente em momentos de crise políticas e econômicas, seja micro ou macro ambiente, é investimento. Porém, o ato de remar contra a maré, é uma das melhores atitudes nos momentos ruins. Por isso, investir pode se tornar a decisão ideal para o gestor.

A importância da gestão de custos

A gestão de custos, como todo mundo sabe, tem a função de organizar e gerenciar os gastos necessários para produzir, entregar e comercializar um produto ou serviço no mercado. O objetivo é único, fazer com que a receita seja superior às despesas, gerando resultados positivos, ou melhor, lucro.

No entanto, gerenciar os custos não se trata basicamente em cortar gastos, mas sim otimizá-los para que se tornem os gastos suficientes para sustentar a operacionalização, através de métodos saudáveis e seguros para isso, tanto para a empresa, quanto para o produto e/ou serviços, além é claro, dos colaboradores.

Os benefícios da economia compartilhada

Um novo conceito, que está ganhando cada vez mais espaço no mercado, em razão dos seus benefícios e os resultados que tem proporcionado para as empresas, é a economia compartilhada. Economizar, se tornou muito mais do que cortar, mas sim organizar e educar para novos hábitos, ou além disso, compartilhar.

Um grande exemplo, são os coworkings e os escritórios virtuais. Ambos, oferecem uma estrutura profissional completa, baseados nos princípios da economia compartilhada. Os benefícios são muitos, dependendo da opção escolhida, como atendimento telefônico personalizado e locação de salas para atendimento e reuniões.

Veja a diferença entre coworking e escritório virtual aqui

4 dicas para reduzir os custos da empresa

Sendo assim, separamos 4 dicas de investimentos, muito válidas para qualquer situação da empresa, e principalmente nos momentos de crise. Confira:

Invista em conhecimento

O colaborador é o segundo maior ativo de uma empresa – o primeiro é o cliente. Por isso, é muito importante, nos momentos difíceis, investir em conhecimento, para que eles possam alcançar a sabedoria necessária para tomarem as decisões corretas e no tempo certo, visando os resultados positivos.

Invista em cultura organizacional

Os colaboradores formam uma empresa. Um ditado antigo, mas que nunca perdeu a validade. Sendo assim, a mentalidade dos funcionários é extremamente essencial para os resultados, principalmente em momentos de crise. Investir na mudança de hábitos, então, é tão essencial quanto contratá-los.

Invista em motivação

Motivação é, basicamente, criar condições de trabalho positivas que tenham como objetivo motivar os colaboradores. Seja uma meta realista, uma bonificação compatível com a meta, condições seguras e ideais de trabalho, entre outras. Motivação é tornar a rotina de trabalho prazerosa.

Invista em tecnologia

Existem muitas formas de reduzir os custos ou otimizá-los, na busca por melhores resultados. Muitas vezes, não é necessário “deixar de fazer” para reduzir custos, mas “fazer de outra forma”. A tecnologia tornou-se uma grande parceira dos gestores nesse quesito, pois oferecem soluções simples para as principais tarefas de uma empresa.

Desta forma, é possível organizar a empresa, criar modelos de trabalho saudáveis e seguros, que buscam alavancar os resultados da empresa, trazendo como base o envolvimento de todos os colaboradores, a garra e a vontade de fazer acontecer. Conceito fundamental em momentos de crise.

Spread the love