Como gerir uma empresa em meio à crise?

Quem já embarcou ou pretende embarcar em uma aventura empreendedora, está acostumado com as falácias deste mundo, sobre o quão é difícil manter um negócio de pé. Imagine então, em meio à uma crise política e econômica. Por este motivo, separamos 5 dicas para auxiliar todos estes corajosos empreendedores a vencerem seus obstáculos e ampliarem os seus resultados, mesmo em tempo de crise.

#1 Planeje tudo, execute o dobro

Um levantamento divulgado pela revista Exame, aponta o planejamento como um dos principais motivos que levam uma empresa à falência. Chutes intuitivos ou passos incertos podem custar caro para ela. Então, é muito importante destacar o planejamento como foco inicial no desenvolvimento da sua empresa.

Uma dica que pode ajudar bastante neste processo é utilizar ferramentas de apoio, como a 5W2H. Esta sigla estranha corresponde aos principais processos que devem ser realizados. Em português, o que será feito, por que, onde, quando, por quem, como será feito e quanto vai custar.

Lado a lado, vem a execução. Há sempre aqueles que planejam, planejam, passam muito tempo planejando e não saem do papel. É necessário ação. Um bom planejamento é acompanhado e segue o fluxo. Plano, ação, resultado, análise e volta para o plano. Este ciclo é constante.

Seguindo essa lógica, quanto mais você agir, mais resultados terá e mais rápido alcançará os objetivos traçados no plano. Portanto, principalmente em tempos de crise, planeje tudo, execute o dobro.

#2 Foque no cliente

Quando falamos em foco no cliente, é necessário entender que este foco está em dividido em dois objetivos: captar e manter. Ou seja, é necessário investir esforços na captação de clientes, sim, mas também é muito importante concentrar ações que visem a permanência deles na grade.

O segredo para concretizar estas duas tarefas com sucesso tem nome, chamado Persona. É a persona que deve guiar a empresa na busca por novas prospecções de qualidade e também em transformar os clientes já adquiridos em grandes cases de sucesso.

O motivo? É simples. A persona é um personagem fictício, mas que retrata o cliente ideal, aquele que possui necessidades específicas que podem ser solucionadas pela sua empresa. Assim, fica muito mais fácil definir ações para encontrar, nutrir e engajar prospecções, além de criar um relacionamento mais saudável com o cliente, necessário para mantê-lo.

A persona, em sua criação, é baseada em dados dos seus clientes, características, objetivos, preocupações, dificuldades, entre muitos outros critérios. Mas, não fique preocupado, hoje a internet já conta com geradores de personas, basta seguir os passos. Fica a dica!

#3 Reduza custos

A crise é um período incerto, portanto, todo cuidado é pouco. Estes cuidados, vão de ações mais simples e rotineiras possíveis, como a economia de água, luz, telefonia e materiais, por exemplo, aos maiores processos da empresa. Neste caso, se deve aplicar aquela famosa pergunta: é possível fazer o mesmo, gastando menos? Como explica este artigo publicado pela revista Exame.

Ah, e cuidado com a gestão de pessoas! Os funcionários são os maiores ativos de uma empresa, pois são eles os únicos que podem vestir a camisa e tirar a empresa de um possível embate de uma crise!

#4 Invista e inove sempre

É fato, basta uma pequena pesquisa na internet sobre as empresas que cresceram apesar da crise, e praticamente todas tem duas coisas em comum, inovação e investimentos. A regra do contrafluxo, como é conhecida esta prática, é bastante comum e utilizada há muito tempo.

Muitas empresas que hoje são consideradas gigantes em sua área de atuação, e até grandes economias conhecidas atualmente por sua grandeza, se desenvolveram em um período de recessão. Grande parte deste resultado se deve ao foco em inovação e investimentos. Sua empresa, por sua vez, também precisa inovar e investir.

Isso não significa investimentos milionários e bens de última geração. Significa investir em ações de venda que surpreendam o cliente, que tragam resultados de qualidade para ambos. Significa agregar um diferencial ao produto ou serviço, para que ele se destaque no mercado.

Significa que os consumidores estão calejados da mesmice, resistentes aos gastos em razão da crise e todo aquele fator agregado que possa ser praticado, é uma chance a mais de manter e ampliar os resultados.

#5 Conte com parceiros

Contar com parceiros é fundamental, desde a escolha dos fornecedores, do sistema de gestão, na terceirização de serviços, enfim. Empresas que atendam às necessidades da sua empresa e ofereça o suporte necessário para que o seu negócio decole, por um preço justo.

Como, por exemplo, a JG Empresarial – Escritórios Inteligentes, que oferece a locação de salas individuais em uma estrutura completa, que conta com sala de reunião, internet em toda estrutura, recebimento e entrega de correspondências e um amplo estacionamento próprio.

Além de serviços como cessão de endereço para registro fiscal e comercial, atendimento telefônico personalizado, entre muitos outros diferenciais exclusivos, como pátio para manobra e carga e descarga, ideal para ramos de transportes, importação e exportação, comércio atacadista, terraplanagem, entre outras atividades que exigem do espaço legalizado para seu funcionamento. Todos, benefícios para ajudar o empreendedor a montar o seu próprio negócio de forma simples, fácil e segura.

Com estas dicas, é possível criar uma estratégia mais segura, com a mitigação dos riscos e o foco no cliente. Além, é claro, da redução de custos nos processos e mais atenção na hora de inovar e investir.

Gostou dos benefícios da JG? Solicite agora mesmo um orçamento!

Spread the love