Trabalhar em casa ou abrir um escritório?

O primeiro passo foi dado e a escolha mais importante também, ou seja, a decisão de abrir uma empresa foi tomada. A partir de agora, as decisões continuam e também são muito importantes, mas agora elas definirão o futuro do negócio e o caminho que ele irá seguir.

Uma destas decisões, muitas vezes se torna uma grande indecisão na mente dos empreendedores, gerando muita dor de cabeça e fazendo com que eles deixem de lado o foco principal, a mão na massa.

Trabalhar em casa ou a abrir um escritório?

Pergunta comum, mas a resposta, nem sempre. Por este motivo, separamos os principais pontos positivos e negativos, tanto para quem pensa em trabalhar em casa quanto para quem deseja tocar o próprio negócio de um escritório externo, além de uma sacada especial para quem ainda não obteve esta resposta.

Desta forma, é possível colocar na balança os recursos já disponíveis, os necessários e mensurar o que falta para colocar o negócio em prática. Vamos lá?

Trabalhar em casa

  • Pontos positivos

Custo

Principal atrativo para empreendedores, a economia no aluguel e demais custos burocráticos, além da desnecessidade de uma identidade visual física, tornam o custo um grande ponto positivo. Principalmente para aqueles que possuem um amplo espaço ou até mesmo uma estrutura comercial disponível.

Rotina

Quem não quer trabalhar a poucos metros de casa? Do se quarto, da sua cozinha? Além e agregar mais conforto na rotina, as tarefas do dia a dia acabam ficando mais fáceis, como alimentação, descanso, entre outros, pois as dificuldades de um translado comum ficam de fora.

Acessibilidade

Uma empresa requer estrutura, então para quem já conta em sua casa com, por exemplo, uma cozinha completa, um bom plano de telefone, internet, equipamentos bons que são de uso pessoal, mas podem ajudar no trabalho, como computadores, impressoras, ar-condicionado, entre muitos outros, a acessibilidade se torna um grande ponto positivo.

  • Pontos negativos

Obviamente, trabalhar em casa tem suas regalias, no entanto, é necessário atenção em alguns pontos importantes em relação ao trabalho.

Foco

O telefone que toca com assuntos pessoais, a visita de amigos, os animais de estimação que precisam de atenção, as tarefas do lar que ainda estão pendentes, o vídeogame, exemplos que podem se tornam grandes problemas para a sua produtividade.

E claro, as mordomias que uma casa oferece e se tornam uma grande tentação quando aquela tarefa do trabalho está tirando o empreendedor do sério, como uma cama quentinha para o cansaço e uma série legal na TV para a motivação.

Manter o foco é essencial, mas pode ser uma tarefa difícil para quem trabalha em casa. Por isso, é importante separar o pessoal do profissional e definir horários e prioridades para tudo.

Localização

Para aqueles que residem em uma área mais afastada da região central, ou simplesmente fora das regiões mais abrangentes pela empresa, levando em consideração aspectos como locomoção, trânsito, custo, este fator pode se transformar em um ponto negativo.

Receber um cliente ou visitá-lo pode se tornar uma tarefa dificultosa, dependendo da localização e dos meios disponíveis para o trajeto.

Apresentação da empresa

É nítido que todo empreendedor deseja ver o seu negócio crescer, e talvez para alguns, o próprio negócio, mesmo em casa, seja suficiente para identificar o avanço no seu desenvolvimento.

Contudo, para algumas pessoas, sejam elas empreendedores ou também clientes, é necessário visualizar um crescimento físico, de espaço e bens, para que seja sentido o avanço da empresa e então motivá-las a crescer mais.

Para empreendedores ou empresas que possam clientes que pensam desta forma, trabalhar em casa não é uma boa escolha.

Abrir um escritório

  • Pontos positivos

Formalidade

Embora uma empresa possa oferecer um produto ou serviço de qualidade tanto de casa, quanto de um escritório externo, manter uma estrutura que conte com espaços para recepção, atendimento, e dependendo da área de atuação, ambientes exclusivos, é muito importante para o desenvolvimento da marca, pois transmite maior confiabilidade ao cliente.

Visibilidade

Da mesma forma, empresas que estão situadas em escritórios externos contam com uma maior visibilidade, que dependendo da localização e do ramo, se torna crucial para o crescimento da marca. Imagine um comércio de sorvetes, por exemplo, de um apartamento? O único público direto seriam os vizinhos do condomínio. É necessário, neste caso, a exposição para que alcance um maior número de pessoas.

Tração

Um negócio não pode parar de crescer, e possuir uma matriz ou centro administrativo faz parte do seu desenvolvimento. Podemos até afirmar, embora não seja uma lógica exata, que o próximo passo na mente de quem trabalha em casa, é abrir um escritório externo. Não é mesmo?

Com uma estrutura disponível, fica mais fácil analisar os resultados e definir os próximos passos. Ampliação, franchising, novos produtos, novos serviços, entre outros.

  • Pontos negativos

Investimento

É fato. Montar um escritório externo necessita muitas vezes de investimentos em diversas áreas, além do risco eminente de prejuízos nos primeiros meses de empresa, quando o caixa até então está no vermelho e o faturamento é pequeno, pois a empresa ainda é considerada embrionária. Somando ainda, gastos para adaptação das exigências da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros, para exercício das atividades no imóvel.

Infraestrutura

Caminhando lado a lado com os investimentos, a infraestrutura também pode se tornar um ponto negativo na vida do empreendedor. Além dos equipamentos de trabalho que devem ser adquiridos, itens essenciais como movelaria, ar-condicionado, aparelhos de telefone e internet, itens para copa e cozinha, entre muitos outros, são necessários para o bem-estar e o conforto do empreendedor e seus funcionários.

Gestão de pessoas

Falando em funcionários, obviamente, quem conta com uma estrutura física necessita de funcionários para executar as principais tarefas de uma empresa, como atendimento, vendas, limpeza e administração.

Cuidar de tudo sozinho pode afetar as prioridades do empreendedor e trazer reflexos negativos para a sua produtividade. Funcionários são parceiros que vestem a camisa e levam o negócio adiante, mas eles tem um preço, por isso, pode ser considerado um ponto negativo inicialmente.

A grande sacada

Para quem precisa apenas de uma estrutura administrativa, os escritórios inteligentes se tornam uma ótima escolha para dar início ao crescimento da empresa, pois permitem o acesso à infraestrutura profissional completa de forma rápida, segura e de baixo custo.

Existem inúmeros deles espalhados pelo Brasil. Dependendo da estrutura, é possível encontrar:

– Cessão de endereço para registro fiscal e comercial;

– Locação de salas;

– Atendimento telefônico personalizado;

– Recebimento e entrega de correspondências;

– Internet e serviços de suporte disponíveis;

– Sala de reunião, de recepção e cozinha para uso coletivo.

Entre muitos outros.

Um grande exemplo, e que pode se tornar uma ótima oportunidade, é a JG Empresarial – Escritórios Inteligentes. Conceituada empresa no ramo de escritórios inteligentes, localizada em Joinville, Santa Catarina, a JG oferece uma estrutura completa, além de diferenciais exclusivos como estacionamento próprio, pátio para manobra e carga e descarga para veículos de grande porte, ideal para o ramo de transportes, importação e exportação, comércio atacadista, terraplanagem entre outras atividades que exigem do espaço legalizado, entre muitos outros benefícios para quem deseja abrir o próprio escritório.

Agora, é colocar os pontos positivos e negativos na balança, avaliando de acordo com o perfil profissional do empreendedor e da empresa, os recursos disponíveis e definir a melhor opção para o negócio, se trabalhar em casa ou abrir um escritório externo.

Quer conhecer os benefícios que a JG oferece para o seu negócio decolar? Solicite um orçamento.

Spread the love